“O caso dos 10 negrinhos”

Início Próximo >>

AGATHA CHRISTIE (1890-1976)



Agatha Mary Clarissa nasceu em Torquay, Inglaterra, em 15 de setembro de 1890. Começou a escrever histórias policiais enquanto trabalhava como enfermeira na primeira guerra mundial. Seu primeiro romance, "O misterioso caso de Styles" (The Misterious Affair at Styles - 1920) introduziu seu personagemmais famoso, Hercule Poirot,

detetive belga excêntrico e teimoso, que reapareceria em cerca de 25 obras antes de voltar a "Styles", onde morreria no romance "A cortina" (Curtain -1975). O primeiro grande êxito da autora foi "O assassinato de Roger Ackroyd", (The Murder of Roger Ackroyd, escrita em 1926, ao qual se seguiram cerca de 75 romances. O segundo personagem em popularidade é a detetive Jane Marple, uma velhinha solteirona, que apareceu em 1930. As peças teatrais incluem na "A Ratoeira", (The Mousetrap, escrita em 1952 e "A testemunha de acusação" (Witness for the Prosecution, produzida em 1953. Antes de caminhar para escrever, especificamente para o teatro, Agatha Christir se fez conhecida no mundo, pela enorme bagagem literária destinada ao grande público leitor. Inúmeras editoras no Brasil já publicaram traduções de seus romances e a medida do sucesso que tiveram é dada pelas constantes reedições e pela importância que atribuem a cada lançamento. Do romance do mistério ao teatro de "suspense" - foi um pulo. Conseguiu manter, em suas peças, todas as qualidades de estilo e de concepção criadora que a tornaram famosa em todo o mundo. Como afirma Raymundo Magalhães Júnior Agatha Christie começou "a escrever diretamente para o teatro, revelando notáveis disposições para o gênero. Uma de suas principais peças de assunto policial foi "The Little negros", que nos Estados Unidos, em razão do preconceito de raça ali existente, passou a chamar-se "The Litle Indians". E foi, exatamente, esse original que o Teatro de Amadores de Pernambuco resolveu encenar.
Agatha Christie morreu em 12 de janeiro de 1976, em Wallingford, Inglaterra.

De sua autoria o Teatro de Amadores de Pernambuco encenou
"O CASO DOS 10 NEGRINHOS", numa tradução de Gert Meyer e direção de Valdemar de Oliveira, no dia 11 de novembro de 1971, no "Nosso Teatro", hoje "Teatro Valdemar de Oliveira.