<< Anteiror Início Próximo >>

ARTHUR MILLER



Arthur Miller nasceu na cidade de Nova York, em 17 de outubro de 1915. A grande depressão econômica da década de 30, levou a ruína sua família. Isso o obrigou a trabalhar, como auxiliar num armazém, para custear os estudos na Universidade de Michigan. Começou, em meio aos livros, a escrever suas peças.

Seu primeiro sucesso foi "Focus", escrita em 1945, romance sobre o anti-semitismo, e "All My Sons" escrita em1947, traduzida para "Todos eram meus filhos", obra inspirada no teatro de Ibsen. Foi sua primeira peça, considerada pela crítica como o início de sua carreira de sucesso. A consagração definitiva veio com "A morte do caixeiro-viajante" (Death of a Salesman) produzida em 1949. Ganhou o Prêmio Pulitzer. A esse êxito se sucederam outros, como " As feiticeiras de Salem" (The Crucible) de 1953. Em "Depois da queda" (After the Fall) escrita em 1964 se observam referências de caráter autobiográfico sobre sua relação com a segunda esposa, a atriz Marilyn Monroe, para quem escrevera anteriormente um roteiro de cinema, "Os desajustados" em 1961. Em 1969, dirigiu a montagem londrina de sua peça "O preço" (The Price) de 1968. "Sua obra exerceu grande influência no teatro do século XX e criou novos modelos para a abordagem da temática social e da psicologia dos personagens."

Dele o Teatro de Amadores de Pernambuco encenou "PANORAMA VISTO DA PONTE", numa tradução de R. Magalhães Júnior, tendo como Diretor Valdemar de Oliveira. A peça subiu à cena do dia 30 de abril de 1959, no palco do Teatro de Santa Isabel. A segunda peça foi "A MORTE DO CAIXEIRO VIAJANTE", tradução de Flavio Rangel, que foi encenada no Teatro Valdemar de Oliveira, com direção de Milton Baccarelli, estreando no dia 8 de fevereiro de 1979.