<< Anteiror Início Próximo >>

EDUARDO DE FELLIPPO
(1900-1984)



Eduardo de Fellippio, teatrólogo Italiano, nasceu em Nápolis. Tornou-se grande nome do teatro dialetal de seu país no século XX. Era filho do consagrado ator napolitano Eduardo Scarpetta. Desde criança, participou, de inúmeras companhias de teatro, convivendo com vários companheiros e em vários palcos Italianos. Fundou, com os irmãos Titina e

Peppino um teatro popular de sucesso, formando uma companhia teatral que apresentava peças em um ato em espetáculos de "Mussic Hall". Durante quinze anos foi diretor de companhia de teatro humorístico "Irmãos Fellippo". Ganhou fama como ator e autor, ingressando no cinema em 1942 e dirigindo o seu próprio filme.
"Sábato, Domenico e Lunedi" foi escrita em 1959 e se constituiu um grande sucesso em toda Itália. Porém, sua consagração se dá quando Franco Zeffirelli a dirige para o National Theatre, de Londres, com Lawrence Oliver e Joan Plowright nos principais papeis. No Rio e São Paulo foi encenada com direção de José Wilker e foi considerado o melhor espetáculo de 1987.
Fundou em 1980 a Escola de Dramaturgia de Florença, anexando à "Bottega Teatrale", de Vitório Gassman. A 26 de setembro de 1981, o Presidente da República, Sandro Pertini, o nomeia senador Vitalício.

Dele o Teatro de Amadores de Pernambuco escolheu para seu repertório "SÁBADO, DOMINGO E SEGUNDA" escrita em 1959 e traduzida por Millôr Fernandes. Dirigiu o espetáculo Reinaldo de Oliveira, tendo estrado no Teatro Valdemar de Oliveira no dia 4 de maio de 1996.