<< Anteiror Início Próximo >>

MOSS HART (1904-1961) e GEORGE KAUFMAN (1889-1961)


George Simon Kaufman (1889-1961) dramaturgo e encenador é considerado um dos pais do Teatro Popular Americano, tendo desfrutado uma longa e extraordinária carreira na Broadway. Autor de uma única peça escrito por ele só e mais de 40 peças em colaboração com outros autores, das quais a metade foram grandes sucessos. Com Moss Hart

(1904-1961), dramaturgo, libretista e diretor, autor de várias peças sozinho, todas sem sucesso, tendo alcançado êxito e fama apenas quando se ligou a George Kaufman. Moss, como diretor foi vencedor do "Tony" poor seu trabalho em "My fair Lady" em 1956. Juntos escreveram "Once in a lifetime" em 1930, "You can´t take it with you" "DO MUNDO NADA SE LEVA" que, em 1936, ganhou o prêmio Pulitzer Prize, e "The Man Who came to dinner" de 1939. Kaufman tinha como especialidade o diálogo, repleto de perspicácia e sarcasmo. Um satírico nato e que seus alvos eram, entre outros, o mundo do Teatro de Nova Iorque, Hollywood, o mundo dos negócios, a política e o provincianismo.

Deles o Teatro de Amadores de Pernambuco encenou "DO MUNDO NADA SE LEVA" com uma tradução de Maria de Loudes de Araújo Lima, em 1951.