“Esquina Perigosa”

“O tempo e os Conways”

“Está lá fora um inspetor”

<< Anteiror Início Próximo >>

J.B. PRIESTLEY
(1894-1984)



John Boynton Priestley nasceu na aldeia de Bradford Condado de York, na Inglaterra. Bacharelou em Letras e em Direito, estudando em Cambridge. Foi romancista, novelista, com publicações de inúmeras obras humorísticas, de aventura, de amor e de ficção científica. Mas foi no teatro onde Priestley melhor e mais agudamente explorou o tema de sua

predileção; o do entrelaçamento do passado, do presente e do futuro na vida humana. Produziu comédias, romances, ensaios, roteiros de cinema e programas de rádio. Retratou a vida da classe média inglesa. Em sua bagagem teatral, seus melhores trabalhos, e reconhecidamente sucessos internacionais, fora; "Esta lá fora um inspetor", "Esquina Perigosa" e "O tempo e os Conways"

De sua autoria o Teatro de Amadores de Pernambuco levou à cena "ESQUINA PERIGOSA", com tradução Madalene Nicol, com direção de Zbigniew Ziembinski, cuja estréia se deu no dia 17 de setembro de 1949, nos palcos do Teatro de Santa Isabel; "ESTÁ LÁ FORA UM INSPETOR", tradução de Odilon Azevedo, direção de Valdemar de Oliveira e que teve a sua estréia no dia 11 de setembro de 1953 e os "O TEMPO E OS CONWAYS", numa tradução de Daniel Rocha, que subiu à cena no dia 3 de agosto do ano de 1960, e que, também contou com a direção, de Valdemar de Oliveira, encenada no Teatro de Santa Isabel. As duas primeiras foram representadas com enorme sucesso de público e da crítica nas principais cidades do país.