Nascida em 13 de janeiro de 1975, natural de Recife (PE), Luciana Lyra é advogada e Professora de Teatro, formada pela Universidade Federal de Pernambuco. Iniciou suas atividades teatrais no Colégio Contato em 1990, aprovada no teste promovido pelo Teatro de Amadores de Pernambuco (TAP), em 1992, passou a fazer parte de seu elenco fixo, atuando nos espetáculos adultos: Solteira é que eu não fico(1993); O diário de Anne Frank(1993); A estrada(1995); Sábado, domingo e segunda(1996); Bob Bobete(1997) e Um sábado em trinta (1998-1999-2000).No âmbito profissional atua como professora de cursos e oficinas de teatro, atriz, dubladora e autora, tendo escrito o texto A droga da Obediência - Uma aventura com os Karas e dirigido diversas peças curtas, didáticas e leituras dramáticas, além do espetáculo Terra Adorada, com o elenco infantil do TAP. Participou de montagens profissionais na cidade, sendo agraciada com o prêmio APACEPE de Teatro e Dança de melhor atriz coadjuvante de 2000, pelo espetáculo Inês!, de Gil Vicente, montagem da Companhia Versos de Teatro, na qual é integrante desde 1998. Ministra oficinas e cursos há mais de seis anos, com sua Oficina livre de Arte Dramática, sendo também responsável há 5 anos pela Oficina de Teatro Contato, em conjunto com o Professor Ricardo Mourão, além da Oficina de Teatro Yázigi Internexus, desde 1999 e da Oficina TAP jovem, uma realização do TAP, desde 2000 . No mercado publicitário atua como atriz, locutora, tendo realizado ao longo de 6 anos mais de 40 peças publicitárias veiculadas nas principais redes de televisão. Em cinema soma experiências com o diretor paulista Silvio Tendler no filme Retrato de Castro Alves e com a cineasta Sandra Ribeiro no filme O Teatro e a Música de Valdemar de Oliveira. Em dança soma experiências com o Ballet Margot Duarte e o Grupo Experimental -PE, além de ter desenvolvido, em 5 anos, habilidades no campo da música, pelo Conservatório Pernambucano de Música.

Com sua direção o Teatro de Amadores de Pernambuco levou à cena:

"TERRA @DORADA",
de Fernando de Oliveira, inspirada na opereta Infantil de Valdemar de Oliveira, "Terra Adorada", foi dirigida por Luciana Lyra e Ricardo Mourão, tendo cenários e figurinos de Victor Moreira, arranjos musicais do Maestro Duda e do Maestro Torres, uma coreografia de Maria de Fátima Guimarães (Fatinha), tendo estreado no dia 24 de novembro de 1999, no Teatro Valdemar de Oliveira, reunindo o maior elenco já colocado no palco pelo Teatro de Amadores de Pernambuco. Foram 110 crianças todas estreantes. Uma volta do Teatro Infantil que antecedeu ao Teatro de Amadores de Pernambuco.
Luciana Lyra

<< Anteiror Início Próximo >>

Terra @dorada

Terra @dorada