Chegou ao Recife, com o Festival Nacional do Teatro Estudante, à frente a figura extraordinária de Pascoal Carlos Magno. Veio como ator no espetáculo de Goldoni, da Escola de Belas Artes de São Paulo. Volta ao Recife para um curso de Teatro na Escola de Belas Artes passando a integrar o seu quadro de Professores. Aqui conhece a atriz Maria de Jesus Porto Carreiro com quem se casa passando o Recife a se constituir em sua nova casa. Para o TAP monta "Macbeth" e "A morte do caixeiro viajante". Faleceu em Maceió vítima de fulminante ataque cardíaco em pleno trabalho em prol do teatro naquela cidade. Uma perda irreparável ao teatro brasileiro.

Com sua direção o Teatro de Amadores de Pernambuco levou à cena:

"MACBETH",
de William Shakespeare, numa tradução de Manoel Bandeira, Adaptação de Zbigniv Ziembinski, foi levada à cena no dia 10 de julho de 1964, no Teatro de Santa Isabel.

"A MORTE DE UM CAIXEIRO VIAJANTE",
de Arthur Miller, com tradução de Flávio Rangel, estreou no Teatro Valdemar de Oliveira, no dia 8 de fevereiro de 1979.
Milton Baccarelli

<< Anteiror Início Próximo >>