Valdemar de Oliveira tinha permanente preocupação, em não se tornar o único ensaiador do Teatro de Amadores de Pernambuco. Já tinha montado, sob sua responsabilidade, os 11 primeiros originais, na vida do TAP, e o medo do autodidatismo era uma constante em seu pensamento tendo, em diversas ocasiões, manifestado esse seu ponto de vista. Assim ao completar 3 anos de atividades o Teatro de Amadores vai buscar o Polonês Zigmunt Turkow, curiosamente um estrangeiro para montar a primeira peça brasileira. Sabia dos benefícios, primeiramente, para o elenco do TAP, depois para a melhoria dos espetáculos onde o público seria o principal beneficiado, e como ele próprio manifestou, para ele mesmo como aluno, que sempre soube ser e dos bons. Consciente de que para que um teatro fique perfeitamente integrado à legítima situação de Arte, tem que contar com a proficiência de um diretor, não hesitou em trouxe para o Recife um dos melhores ensaiadores que tinham feito do Brasil sua segunda pátria. Não veio só, trouxe sua esposa que o ajudava a dialogar com mais facilidade, pela dificuldade da língua. Aqui ficou fazendo amigos e reconhecido pela crítica, que não poupou elogios a sua atuação como Diretor

Com sua direção o Teatro de Amadores de Pernambuco levou à cena:

"A COMÉDIA DO CORAÇÃO",
de Paulo Gonçalves subiu à cena no dia 4 de maior de 1944, no Teatro de Santa Isabel. FOTOS: TAP FOTOS + Foto 8 elenco com Turkow.jpg + Remonte Janice alfredo Geninha.JPG
Zigmunt Turkof

<< Anteiror Início Próximo >>

Elenco com Pascoal Carlos Magnum

Elenco com Turkof