<<anterior início próxima>>
Interior
De: Maurice Maeterlinck

A segunda, do espetáculo de três peças ( "A Gota d´água", de Henri Bordeaux e "Capricho" de Alfred de Musset complementaram a montagem do TAP.) "Apresenta uma família, segura de si que, mesmo fechada ao mundo, mesmo estando protegida atreves de barras de ferro, vê a desgraça penetrar em seu interior: a filha foi encontrada morta."

Elenco:

Diná de Oliveira Mãe
Walter de Oliveira Pai
Francisca de Oliveira* Irmã
Adhelmar de Oliveira Velho
Alfredo de Oliveira Forasteiro
Maria de Lourdes de Oliveira Maria
Anita Dimenstein Marta
* Estreantes no Teatro de Amadores de Pernambuco

Cenários: Mario Nunes
Contra Regra: Francisco Miranda
Maquinista: João Alves
Eletricista: Aníbal Mota
Auxiliar de eletricista: Aluísio Pereira de Santana


CRITICA E COMENTÁRIOS

"A grande peça da noite foi, porém, 'INTERIOR', de Maurice Maeterlinck, apontada pela crítica mundial como uma obra-prima do teatro moderno, uma peça que tem em si todas as características da conhecida teoria exposta pelo autor:' O dramaturgo devia tentar a criação de uma atmosfera , seguir a baixa e a alta das correntes espirituais da alma, nos momentos em que ela está debaixo do controle do subconsciente, momento de êxtase, de alegria silenciosa e pausas luminosas.' Pausas, sobretudo, o que parece ser a única coisa que faltou na versão dada pelo Teatro de Amadores. (...) que venham outras peças iguais a Interior, e o Teatro dirigido por Valdemar de Oliveira terá alcançado a sua finalidade."
Hermilo Borba Filho

Tradutor: Hermilo Borba Filho
Diretor: Valdemar de Oliveira
Estréia: 28 abril de 1945.
Local: Teatro de Santa Isabel