<<anterior início próxima>>

Alejandro Casona, poeta Espanhol, "é um dos escritores dramáticos mais representativos da Espanha, marcando sempre suas peças com indisfarçável traço ibérico, muitas vezes inspirado em suas lendas e na sua historiografia. Só raramente se afasta dos tons e dos ares de sua Espanha, cuja presença, na maioria de suas peças, é como uma "marca de fábrica', tão integrado se acha ele na beleza da paisagem humana de sua terra e, sobretudo, na grandeza de sua tradições mais puras.", volta a ser encenado pelo Teatro de Amadores de Pernambuco, com tradução de Valdemar de Oliveira, tendo como Diretor Clênio Walderley. Grande expectativa de público o que de fato aconteceu e foi registrado pelo próprio Professor Valdemar de Oliveira em artigo no Jornal do Commercio: "...enche-se seguidamente o 'Nosso Teatro' para aplaudir o espetáculo "Três farsas" retiradas ao Retábulo Jovial, de Casona. Ontem, quase se esgota a lotação. Hoje o movimento vai no mesmo pé. São três peças de extraordinário viço teatral, são mais de trinta interpretes (embora não apareçam valores da "velha guarda' como Alderico, Otávio, Geninha, Vicentina, Norma), são três Diretores diferentes, são centenas de estudantes que pagam, na bilheteria preço de cinema - e um entusiasmo da platéia realmente impressionante, reagindo amplamente da graça esfuziante dos episódios que Casona recolheu da velha literatura de cordel da Espanha."
A peça "pertence a mesma linha popular de onde Shakespeare tirou o tema da sua Megera Domada. Bebida ao XXXV 'exemplo' da obra de O Conde Lucanor, do Infante Juan Manuel, vai servir ao exame de consciência de alguns casais que ainda hoje sofrem de um mal que teria sido curada se tratado a tempo..." explica Valdemar de Oliveira no
programa do espetáculo.

ELENCO:


José Carlos Macedo Patrônio
Hermógenes Araújo Pai Pobre
Ricardo Vanthier Mancebo
Valdemar de Oliveira Pai Rico
Dulcinéa de Oliveira Moça
Diná de Oliveira Mãe
Jandira Airan Acompanhante do cortejo
Maria Adélia de Oliveira Acompanhante do cortejo
Kolontay Acompanhante do cortejo
Irailda Acompanhante do cortejo
Iêda Costa Bezerra de Melo Acompanhante do cortejo
Rosinha Acompanhante do cortejo
Marta Acompanhante do cortejo

As 3 peças acima foram representadas em um único espetáculo.

FICHA TÉCNICA:
Contra regra - Marcelo Malta
Maquinista: - Aluísio de Santana, Wilson de Barros
Luz e som: - Reinaldo de Oliveira
Caracterização: - Nita Campos Lima
Guarda roupa: - Diná de Oliveira
Eletricista: - Antônio Gomes
Pintor: Zezinho Almeida
Adereços: - Elpídio



Tradução: Valdemar de Oliveira
Diretor:
Valdemar de Oliveira
Estréia:
24 de Maio de 1975
Local:
Nosso Teatro
Entremês do Mancebo que Casou com Mulher Braba
De: Alejandro Casona